2 de mar de 2018

387 - Viva la Muerte

Direção: Fernando Arrabal
Ano: 1971
País: França

Ao final da guerra civil espanhola, o garoto de 10 anos de idade chamado Fando tentar encontra alguma lógica naquilo tudo após a prisão do pai. A mãe do menino é muito religiosa, mas também simpática aos facistas; o pai, no entanto, é acusado de ser comunista. Fando acaba descobrindo que a própria mãe pode ter ajudado na prisão de seu pai. Algumas vezes Fando imagina o que pode ter acontecido; outras ele apenas fica na companhia da amiga Thérèse. Fantasias edipianas tomam conta da mente do garoto, curioso por sexo e em busca de explicações sobre a natureza da mãe e o destino do pai.

Link direto para o vídeo:
Parte única: https://vk.com/video226562015_456239197


Mais detalhes sobre o filme:

2 comentários :

  1. Sérgio Villa Matta4 de março de 2018 01:47

    Um filme visceralmente poético. O êxtase sagrado da imaginação e sua chama demoníaca a partir da visão de um menino. Um pêndulo aceso entre a dureza da guerra e o desejo sexual q se faz latente. Eros e Tânatos dançam ciranda. O sangue é uma forma de experiência poética do mundo: quando se cresce, quando se inventa, quando se morre sempre se sangra. A guerra é um útero morto do qual se pode saciar um menino entre o interdito e a metáfora.

    ResponderExcluir
  2. Alexsander Vidaleti18 de março de 2018 00:21

    MARAVILHOSO!!! Uma obra prima.

    ResponderExcluir

Não conte detalhes sobre a história e não ofenda os amiguinhos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...