Brasil

O Cheiro do Ralo (2006)
Quincas Berro D'água (2010)
Abril Despedaçado (2001)
Estômago (2007)
Deus e o Diabo na
Terra do Sol (1964)
Reflexões de um
Liquidificador (2010)
O Cangaceiro (1953)

Que horas ela Volta? (2015)

A Febre do Rato (2012)
Nise: O Coração da
Loucura (2016)
O Dragão da Maldade Contra
o Santo Guerreiro (1969)
o Silêncio do Céu (2016)

Elena (2012)

18 comentários :

  1. "Que horas ela volta" revela um forte constraste entre as visões de "normalidade" de duas gerações. Com atuação fabulosa de Regina Casé, o filme consegue deixar seu legado e apresentar aos brasileiros uma realidade que já a algum tempo ocorre e os sudestinos" simplesmente ignorar: parte dos migrantes nordestinos, que chega a SP, possui base de formação exemplar intelectualmente falando e compete em pé de igualdade por vagas universitárias com a suposta "elite" paulista que tanto os preconceitua... Site muito bem organizado, obrigado. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E do que adianta a menina ter formação e conseguir competir em igualdade se ela era uma mal educada e não sabia se comportar? E o roteiro apresenta uma visão muito romântica. É claro que por ser originário do nordeste não quer dizer que não tenha condições de competir. Tem condições sim e não há necessidade nenhuma de comparar para depois colocar alguém em posição superior.Mas não é por ser do nordeste que agora é superior. O filme quer forçar uma situação de maneira figurada e truculenta. É uma figuração da realidade adaptada ao momento da derrubada do partido político que abraça esse tipo de raciocínio.

      Excluir
    2. Entendo o que quer dizer mas discordo, se recusar a ser tratada como lixo e não saber se comportar são coisas diferentes e sim um nordestino tem de fato a mesma capacidade de qualquer um mas como muitas pessoas em nosso país pensa diferente é importante sim que o filme aborde da forma como fez. Grande abraço

      Excluir
    3. Em viagem pelo nordeste, surpreendi-me com o apreço votado à cultura por parte do homem comum do nordeste, muito acima da média do restante do Brasil e não se trata, no caso de formação para o mercado de trabalho, mas cultura, pura e simplesmente; isso explicaria a competitividade do nordestino nas lides intelectuais.
      A julgar pelo texto, é perceptível que Anônimo nutre preconceito e ressentimento contra nordestinos, talvez por estes preferirem o partido que ele não.

      Excluir
  2. Adorei a anarqui-comédia a Fedre do Rato. O que há melhor do underground tupiniquim

    ResponderExcluir
  3. Põe "Clarisse ou alguma coisa sobre nós dois" tem a cara do blog esse filme

    ResponderExcluir
  4. Ótimos filmes nacionais foram lançados recentemente. Por favor postem Ponto Zero, Ausência e A História da Humanidade, se possível. Obrigado.

    ResponderExcluir
  5. O cinema nacional possui uma genialidade e desenvoltura, ainda que evidenciado por alguns, não é tão apreçado como merecia. Grandiosos filmes. Apenas frisando - Auto da Compadecida é um exemplo de alguns filmes que de longe sempre admirarei.

    ResponderExcluir
  6. Por favor coloca no site o filme A Hora e a vez de Augusto Matraga

    ResponderExcluir
  7. Ótima postagem gostei muito, ganhou um fã abraços.

    Me segue, que eu sigo de volta!

    http://nintudo.blogspot.com.br/

    https://plus.google.com/+NinTudo/

    ResponderExcluir
  8. Por favor, poste o fabuloso Ensaio sobre a cegueira.
    Adoro o site

    ResponderExcluir
  9. um filme nos quatro, seria possível e mais abruptamente fazer aqui https://filmesonline.video

    ResponderExcluir
  10. Se tiverem o filme Os Fuzis do Ruy Guerra, não o encontro de forma alguma... obrigado

    ResponderExcluir

Não conte detalhes sobre a história e não ofenda os amiguinhos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...